Você está aqui: Página Inicial Notícias do GCEAP/SC GCEAP lança página na Internet

GCEAP lança página na Internet

Grupo esteve reunido na primeira quinzena de setembro

O Grupo de Controle Externo da Atividade Policial (GCEAP), do Ministério Público Federal em Santa Catarina (MPF/SC), acaba de lançar uma página na Internet. O novo endereço é: http://gceap.prsc.mpf.gov.br/

O grupo, que é formado por oito procuradores da República que atuam no MPF/SC, é responsável pela fiscalização da atividade policial federal no estado. Por isso, uma das ferramentas disponibilizadas no sítio é, justamente, a possibilidade do cidadão denunciar casos de violência e corrupção policial. Assim, situações que envolvam abusos ou irregularidades praticados pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional de Segurança podem e devem ser denunciados.

Entre as atividades desenvolvidas pela GCEAP estão visitas períodicas nas delegacias da PF e PRF, indo desde as Superintendências, localizadas na Capital, até as unidades espalhadas no Estado, como na Delegacia da PF em Dionísio Cerqueira.

A página também apresenta diversos materiais de apoio sobre o tema, como por exemplo, acordos e tratados internacionais, relatórios, artigos e referências bibliográficas, entre outros tópicos.

Conforme o coordenador do grupo, o procurador da República Daniel Ricken, "a página é uma ferramenta de apoio do GCEAP e forma de interação do grupo com os demais colaboradores do Ministério Público e a própria sociedade. Além disso, permite o acompanhamento dos trabalhos desenvolvidos no âmbito do controle externo da atividade policial no MPF", esclarece o procurador Ricken.

Integrantes estiveram reunidos – No início desta semana, os procuradores da GCEAP se reuniram na sede da PR/SC, em Florianópolis, para discutir assuntos ligados ao grupo, bem como para deliberar sobre o lançamento da página do GCEAP, na Internet.

Compõe o GCEAP, os procuradores Anderson Lodetti Cunha de Oliveira, Andrei Mattiuzi Balvedi, Daniel Holzmann Coimbra, Daniel Ricken, Flávio Pavlov, Marcelo da Mota, Maria Rezende Capucci e Rodrigo Joaquim Lima.

Ações do documento

spinner